fbpx

A história de Cesaréia em Israel

Importante porto marítimo bíblico localizado na região sul da moderna Haifa

Edificada com enormes despesas por HERODES, o Grande, entre 25 e 13 a.C., e nomeada em honra a César Augusto, a cidade foi, por vezes, chamada de Cesaréia da Palestina para ser distinguida da Cesaréia de Filipe.

Herodes levou 12 anos para construir a raridade do porto no local de uma antiga cidade fenícia de nome torre de Strato. enorme quebra-mar. As nesse projeto Construiu um grandes pedras usadas mediam 15,25 metros de comprimento, por 5,5 metros de largura e 2,75 metros de profundidade. Algumas delas ainda podem ser vistas ao longo de 45,75 metros da praia.

A Cesaréia foi cena constante de tumultos, tal como as cidades que tinham população mista de judeus e gentios costumavam ser. Quando Pilatos foi governador da Judéia, morou residência do governador em Cesaréia.

Em 1961, uma pedra com a inscrição de seu nome foi encontrada nas ruínas de um antigo anfiteatro do local. O evangelista Filipe pregou em Cesaréia (At 8.40); Pedro foi enviado falar ao centurião romano Cornélio (At 10.1, 24; 11.11). Herodes Agripa I morreu em Cesaréia, sendo “comido de vermes” (At 12.19-23).

O apóstolo Paulo em Cesaréia

 

A Cesaréia também foi proeminente no ministério do apóstolo Paulo. Após a conversão do apóstolo, alguns irmãos levaram-no ao porto de Cesaréia para escapar dos helenistas e navegar em direção à sua terra natal, Tarso (At 9.30).

Paulo desembarcou no porto de Cesaréia a segunda e na terceira viagens missionárias (At 18.22; 21.8).

Félix enviou Paulo para lá Cesaréia para ser julgado (At 23.23, 33); o apóstolo ficou preso por dois anos antes de fazer sua famosa defesa diante de Festo e Agripa (At 26). Paulo deixou o porto algemado por apelar para o imperador que estava em Roma (atos 25:11, 26.1.13)

Venha com a gente nesta maravihosa viagem a Israel !

Clique e conheça nossas próximas viagens a Israel